sábado, 29 de setembro de 2012

Vibrações sonoras são transformadas em impulsos nervosos

O ouvido possui a parte externa, a média e a interna. A externa é composta pela orelha, pelo canal auditivo e pela membrana do tímpano. A abertura da tuba auditiva, o martelo, a bigorna e o estribo ficam localizados no ouvido médio. O labirinto, formado pela cóclea e pelo vestíbulo, fica na parte interna. “Dentro do labirinto há um líquido chamado endolinfa, que se movimenta e estimula as células sensoriais. Os estímulos servem para informar a posição do corpo no espaço. Quando as vibrações do ar chegam à cóclea, ou seja, os sons, elas são transformadas em impulsos nervosos para que o cérebro possa interpretá-las”, esclarece a otorrinolaringologista e otoneurologista Rita de Cássia Cassou Guimarães.

Um comentário: