quarta-feira, 13 de março de 2013

O resultado do implante varia de pessoa para pessoa

Vale lembrar que o quanto cada pessoa será capaz de ouvir e compreender depende de muitos fatores, entre eles o tempo em que o paciente ficou sem ouvir, se ele já ouviu em algum momento da vida ou não, se tem algum código linguístico estabelecido, etc. Uma criança, por exemplo, que não possui um código linguístico estabelecido e nasce toda ou quase totalmente surda, deve passar por avaliações severas, ter um acompanhamento especial e ser estimulada. Se a audição realmente é prejudicada, o médico irá ponderar a situação e, se necessário, indicar o implante coclear. A idade usual para essa cirurgia em uma criança com surdez congênita é entre um e dois anos, portanto, até ela completar esse tempo de vida, os cuidados devem ser tomados com a supervisão médica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário