terça-feira, 9 de julho de 2013

Identificar cedo os problemas auditivos ajuda no tratamento

A especialista comenta que quanto mais cedo for identificado o tipo de perda auditiva e iniciado o tratamento, menores serão as sequelas. “Para se ter uma idéia do que ocorre ainda hoje, a média mundial de diagnóstico precoce da deficiência auditiva está entre os dezoito e trinta meses, mesmo nos países que adotam programas de detecção precoce desta, o que reforça a importância do 'teste da orelhinha' como triagem auditiva já ao nascimento”, ressalta Rita. Ou seja, mesmo os países mais desenvolvidos, ainda estão se adaptando a examinar a audição dos pequenos de forma mais precoce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário