terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Prevenção garante saúde dos ouvidos

De acordo com a otorrinolaringologista e otoneurologista Rita de Cássia Cassou Guimarães, o organismo não consegue regenerar as células auditivas danificadas, uma vez destruídas não há mais recuperação. O envelhecimento é um fator natural que danifica estas células e associado à exposição intensa de ruídos, o processo se torna mais rápido e é potencializado. “Por isso a prevenção é a melhor alternativa para a promoção da saúde auditiva. Evitar o uso de fones de ouvido, descansar pelo menos 14 horas após a exposição excessiva a locais ruidosos e evitar o uso de remédios nos ouvidos sem a orientação médica,”, aconselha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário